Existem algumas linhas pedagógicas que diferem bastante entre si, influenciando e muito na personalidade do seu filho a longo prazo. Mas como escolher a escola ideal?

Não existe uma fórmula: Esta escola é a certa e todos deveriam estudar nela.

Não. Cada criança tem um perfil e o papel dos pais é escolher uma escola na qual seu filho melhor se adapta. O intuito deste post é mostrar algumas linhas pedagógicas com filosofias diferentes existentes hoje em dia para ajudar na escolha da escola certa.

Existem 4 linhas: Tradicional, Construtivista, Montessoriana e Waldof. Vamos a elas:

TRADICIONAL

aa

A escola tradicional é aquela conhecida por todos: O professor é quem guia o processo do saber (ele transmite as informações e os alunos aprendem) utilizando a memorização como forma de aprendizado.

As aulas geralmente são expositivas e teóricas levando a sistematização dos alunos, que se tornam elementos passivos.

As avaliações são periódicas para medir a quantidade de informação absorvida. Os alunos são preparados para o vestibular desde o início, com uma educação mais rígida.

Frente a isso, a essa falta de comunicação, o professor tem uma grande dificuldade em entender as individualidades e dificuldades de cada aluno.

CONSTRUTIVISTA

acons

Inspirado nas ideias de Jean Piaget, a participação dos alunos é ativa no processo ensino-aprendizagem, no qual a curiosidade é instigada.

Os alunos são incentivados a encontrar as respostas de acordo com a sua realidade, com seus próprios conhecimentos prévios, por meio de descobertas. Ele constrói seu próprio conhecimento

As aulas são mais de experimentação e pesquisa em grupo, estimulando o surgimento da dúvida e desenvolvimento do raciocínio. O erro é enfatizado com uma coisa boa, sendo um trampolim para o aprendizado.

A rigidez, avaliações padronizadas e o material denso nesse estilo de escola são condenados. Utilizam a reflexão e auto avaliação.

MONTESSORIANA

amon

O método considera o que há de individual em cada criança. O desenvolvimento se dá em ‘’planos de desenvolvimento’’, em cada estágio de vida predomina necessidades específicas.

O ponto mais importante do método é a possibilidade criada de se libertar a verdadeira natureza do indivíduo, para que a educação se desenvolva com base na evolução da criança, e não ao contrário.

Existem seis pilares educacionais :

Autoeducação – A  criança tem uma capacidade inata por aprender

Educação como ciência – Trabalhando com observação, hipóteses e teorias

Educação cósmica – O educador leva  conhecimento à criança de forma organizada

Ambiente preparado – Atendendo as necessidades biológicas e psicológicas dos alunos, com materiais de livre utilização

Adulto preparado – Guiar a criança em seu desabrochar

Criança equilibrada – Desenvolvimento natural

Retirei do site do Lar Montessori um depoimento do Sergey Brin (co-fundador do Google):

“Cheguei no país com seis anos e imediatamente fui para uma escola Montessori. […] Eu realmente acho que me beneficiei da educação Montessori, que de algumas maneiras dá aos alunos muito mais liberdade para fazer as coisas do seu jeito, e para descobrir. Interessante que meu parceiro Larry Page também tenha ido a um jardim de infância e pré-escola Montessori; é algo que temos em comum. Eu acho mesmo que algum crédito da vontade de ir atrás de seus interesses… você pode ligar isso àquela educação Montessori”.

WALDOFF

awall

Neste estilo eles integram o desenvolvimento físico, espiritual, intelectual e artístico da criança, formando indivíduos livres, integrados socialmente, competentes e responsáveis.

O professor tem autonomia no ensino dos alunos, podendo trabalhar com a dificuldade e individualidade de cada aluno, pois o desenvolvimento de cada um é diferente, e por esse mesmo motivo os mesmos assuntos são abordados mais de uma vez de diferentes formas, para atender a todas as necessidades.

Focam no desenvolvimento da personalidade estimulando a clareza do raciocínio, equilíbrio emocional e iniciativa de ação.

Agora que vocês entenderam melhor sobre diferentes abordagens educacionais, vale dar uma pesquisada mais a fundo, visitar algumas escolar e enfim decidir da melhor forma qual o rumo que a educação do seu filho vai tomar, afinal eles passam muito tempo na escola!

 

Obrigada pela leitura!

Gostou? Comente aqui em baixo

Ajude-nos a disseminar o conhecimento

Curta nossas páginas e compartilhe com seus amigos =)

Será que eles também estão em dúvida sobre qual escola escolher?!