Como devo agir para ser um bom pai ou boa mãe para que meu filho me respeite e se torne um adulto do qual eu sinta orgulho?

PARA COMEÇAR: Ter o MEDO como base na educação dos filhos é um dos erros mais comuns cometido pelos pais.

Exigir obediência através de castigos, gritos e as famosas palmadas, cria uma atmosfera de inferioridade e opressão na criança, além de remetê-la ao universo da violência, que pode refletir negativamente na construção da sua personalidade.

Crianças que temem seus pais se tornam adultos inseguros, com baixa autoestima e incapazes de enfrentar os desafios da vida, além de facilitar o aparecimento de traços de violência e agressividade.

Mas como ganhar o respeito dos seus filhos em um momento em que a falta de limites e desobediência são tão comuns dentro das famílias? Veja abaixo algumas dicas para ganhar o respeito dos seus filhos sem ser temido por eles.

RESPEITO MÚTUO

Father and son (10-11) sitting at end of dock at edge of lake, talking, side view

Se você quer ser respeitado, respeite seus filhos!

Aprenda a enxergar as crianças como indivíduos que possuem características e necessidades tão importantes como as suas (afinal, eles têm).

Assim, deixamos de falar com nossos filhos na posição adulto-criança, para conversar de igual para igual, mostrando que estamos atentos às informações e necessidades apresentadas pelos pequenos. Ao invés de ditar regras, experimente ter um conversa dessas, não custa nada e você vai notar a diferença!

Mantenha seu coração e sua mente abertos na hora de conversar com seus filhos.

CORRIGIR É PRECISO!

Muitas vezes, as crianças acabam por ultrapassar os limites, quebrar as regras ou ter comportamentos inadequados. Nestes casos, é necessário que os pais corrijam essas atitudes com tolerância e paciência.

Um erro muito cometido pelos pais é confundir falta de entendimento com desobediência. No primeiro caso, uma boa conversa, para explicar melhor algo para a criança, resolve o problema. Já quando houve desobediência mesmo e a criança precisa realmente ser corrigida é importante manter a calma e usar o bom senso para escolher o melhor caminho.

Especialistas no assunto afirmam que a melhor forma de corrigir um filho é através da construção de consequência. Ou seja, fazer com que ele vivencie que toda ação provoca uma consequência.

Também é importante manter a coerência e o padrão na forma como repreendemos a criança, e uma constância na correção de comportamentos inadequados. Isso garante que a mensagem chegue à ela de forma clara e objetiva, desenvolvendo a capacidade de distinguir atitudes certas e erradas.

E nada de castigo! Afinal este método já vem carregado de raiva, irritação e opressão.

SEJA UM EXEMPLO PARA SEU FILHO

Crianças são muito observadoras e sensíveis às energias do ambiente em que vivem.

Viver uma rotina de medo e repressão pode arruinar o desenvolvimento psicológico e emocional do seu filho que poderá tornar-se um adulto agressivo e opressor.

Portanto, é importante que a família inteira tenha um bom comportamento e que nenhuma relação seja baseada no medo. Por exemplo, não é positivo que casais gritem ou usem palavras ofensivas entre si ou que alguém da casa seja colocado em uma posição inferior ou subalterna. Se você trata as pessoas com respeito, inclusive seu filho, conquistará isso dele também.

RESPEITO E OBEDIÊNCIA ANDAM DE MÃOS DADAS

temido-para-ser-respeitado-2

Ao contrário do que muitos pais pensam, medo e autoridade não garantem respeito e muito menos obediência.

Na verdade, quando uma criança obedece, é sinal de que ouve e respeita seus pais. Portanto, mostre que está ao lado de seu filho e não que tem poder sobre ele.

O respeito só pode existir quando enxergamos as qualidades dos nossos pais. E isso não é possível através das lentes do medo.

Transmita segurança, amor e esperança aos seus filhos.

Nunca é tarde para transformar o medo em respeito e admiração. Vale a pena tentar!!!

Obrigada pela leitura 🙂

Gostou? Comente aqui em baixo!

Será que seus amigos estão cometendo esse erro na educação de seus filhos? COMPARTILHE!